Workshop Autismo Encanta Atibaia – 28 de novembro

Workshop_panfleto NOV ATIBAIA 15

 Programa Responsivo de Aprendizagem Lúdica Interativa

FAÇA SUA INSCRIÇÃO AQUI

Para conhecer a pessoa com diagnóstico e características do espectro autista você deve saber como como ela funciona, como ela sente, quais são suas emoções, seus interesses e motivação. Esses são aspectos importantes para profissionais e pais  desenvolver a capacidade de observar e agir dentro da tríade afetiva  fundamental: Aceitar, Compreender e Apreciar.

 Criar um programa individualizado e focado no interesse da pessoa com autismo e preparar para a INCLUSÃO ESCOLAR. 

No workshop  Nível 1, os participantes terão uma introdução Programa Realizza ( Responsivo, Educacional de Aprendizagem Lúdica Interativa) e seus estágios evolutivos no campo do desenvolvimento sócio cognitivo. Fundamentado nas habilidades sociais e currículo educacional.

Um programa de intervenção e capacitação para inclusão que dará suporte e registro das conquistas da criança do espectro do autismo.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO AQUI

https://docs.google.com/forms/d/1kRCE8WblDizsCjROxa2f1tlz45l-aqtCHR1Dn8cZYlI/viewform

Certificado do Autismo Encanta / Medical Center

PROGRAMAÇÃO

SÁBADO 28 de novembro

8:oo – Entrega de material

8:30 horas

 

INTRODUÇÃO AO REALIZZA

Fundamentos e áreas de atuação e como está enxertado na construção da interação, vamos conhecer a criança no espectro do autismo e como ela se apresenta. O participantes irão receber um toque na habilidade de observar e sentir a criança.

A SESSÃO

O que acontece dentro de uma sessão de trabalho responsivo, lúdico e interativo, como é sua dinâmica. Crenças  relacionadas ao autismo e a tríade afetiva. Vamos aprender a reconhecer os sinais oferecidos pela criança e o que fazer com eles utilizando as técnicas. Como iniciar a interação. Momentos de reflexão e atitudes.

COMPORTAMENTO

Para lidar com o comportamento indesejável é necessário conhecer a causa ou o motivo porque acontece. Integração sensorial, o filtro e acomodação. Emoções, auto regulação e co regulação e atitude. O ambiente facilitador e ambiente escolar.

COMUNICAÇÃO

Desenvolvimento da linguagem, a comunicação não verbal e expressiva, as ações na comunicação e como encorajar a criança emitir sons, sílabas, palavras, frases e criar diálogos.

OBJETIVOS E METAS

Apresentação do preenchimento do programa Realizza e como determinar as metas e objetivos.

INVESTIMENTO

R$200,00

Preencha a ficha da inscrição e envie o comprovante de depósito para autismoencanta@gmail.com com assunto COMPROVANTE,

Você receberá a confirmação de sua inscrição e um material para ser lido antes do workshop.

 

FAÇA SUA INSCRIÇÃO AQUI

Coordenação motora fina, Pressionar, Apertar e bagunçar

Usando vazador de libélula e flor fizemos um marcador de livros. sempre é legal quando as crianças levam prá casa um produto feito por elas. Essa sensação de bem estar, do “conseguir”, de mostrar e receber um elogio sorridente dá coragem e segurança.

Quanto que nossas crianças recebem de comemorações, sorrisos durante seu dia?

Observo crianças levadas da “breca” e pais e professores fazendo marcação homem a homem….suados e exaustos tentando conter uma alegria desmedida, uma correria sem fim, rs

Como podemos enxergar algo de bom para comemorar? Não é simples mas pode ser fácil se a gente conseguir perceber

  • a necessidade dessa criança
  • o porquê faz

E como agir nesses momentos….

Mais uma sessão com essa mocinha linda. Meu intuito era trabalhar com coordenação motora fina e percepção visual sequencial. Vejam o que virou, hahhahhaha

Apresentei o modelo: UMA FLORZINHA E UMA LIBÉLULA, UMA FLORZINHA E UMA LIBÉLULA….uma sequencia 1×1

20141112_094610

Percebi logo de cara que era muita informação para que ela conseguisse focar na atividade. Mesmo eu colocando um pingo de cola como referencia e dando apoio verbal….sua atenção e motivação estava em APERTAR O TUBO!!!!!

Ok, apresentarei a Atividade de percepção visual sequencial em outro momento e de um jeito diferente. Nós não precisamos nos frustrar porque PASSAMOS A NOITE PREPARANDO A SESSÃO E…….PUFF. essa é uma técnica e atitude para aproveitar melhor o momento em que estamos com a criança.

Imagine como seria se eu quisesse concluir a atividade da maneira com a qual elaborei? Será que haveria aprendizado eficaz e sensação de bem estar?

Mudamos o foco PRESSIONAR USANDO O VAZADOR, mostrei como funcionava, destaquei onde deveria colocar o papel e depois de várias tentativas com meu apoio e dicas de como pressionar….Deixei….SE VIRA MOCINHA.  LEGAL TENTAR FAZER SOZINHA E TENTAR E TENTAR. ( essa é uma meta forte para ela)
20141112_094439

 

Essa autonomia dada faz com que a criança, explore, vira de um lado, vira de outro, aperta e percebe que não cortou o papel é o desafio necessário para aprendizagem. VOCÊ PODE ME PEDIR AJUDA, EU POSSO TE AJUDAR, SE QUISER, eu falava.

Ás vezes me olhava e via a minha expressão silenciosa mas encorajando com o olhar e sorriso.

20141112_094430

 

20141112_094426

 

OLHEM A CONCENTRAÇÃO e a linguinha, rs

20141112_094254

Agora a LIBÉLULA….APROVEITE PARA ARTICULAR BEM:  li bé lu la

20141112_094836

 

20141112_094848

 

Informações dadas PASSO A PASSO… Vamos encontrar as flores e as libélulas, rsrs

 

20141112_094923

Abre a caixinha….

20141112_095022

 

20141112_094933

 

Contar as peças….

20141112_095052

 

Colar no marcador de livros, expliquei o que era no início da sessão. deixei que pegasse a cola.

20141112_095144

 

E então, sem direcionar…..Ela finalmente fez o que REALMENTE TINHA VONTADE DE FAZER. FEZ O QUE PRECISAVA FAZER PARA SACIAR SUA NECESSIDADE SENSORIAL.

20141112_095231

20141112_095241

 

 

20141112_095251

Percebi claramente o porquê queria fazer. Ela busca o estímulo sensorial tátil como cola, tinta, água, grãos e outros para sentir  pois,  trazem conforto e organização para o SNC.

20141112_095306

 

Perguntei: La, o que você está fazendo?   Respondeu: Colando a mão, UÉ!!!!!!! hahahhaha

20141112_095405

 

Sapequinha essa mocinha, rs

20141112_095409

 

BORA lavar as mãos….

 

 

20141112_095549

 

Lemos um livro e usamos o marcador e ACABOU. Que peninha!

20141112_100403

 

 

Coordenação motora fina e um elemento surpresa

Variar sobre o mesmo tema é um trabalho de criatividade e alegria, Trabalhar com recursos diferentes para o mesmo objetivo deixa uma sensação deliciosa.

Tenho várias crianças que precisam de ajuda para coordenar as duas mãos ou melhorar a coordenação motora fina. Sei que algumas atividades que não são recheadas de motivação se torna um tanto quanto monótona, como por exemplo, enfiar contas, colar grãos de feijão, etc

Hoje usei o contact transparente, marcador permanente, canudos, figuras, tesoura, e papel sulfite. Uma atividade de coordenação motora fina com colagem, uso da tesoura, direção, percepção de frente e trás. E finalmente a motivação com o produto final…. UM MAPA PARA CHEGAR AO CASTELO.

 

20141029_101106

 

20141029_100449

Com cuidado e atenção concentrada no trabalho essa fofa vai montando seu mapa. Antes de conseguir sentar e permanecer sentada trabalhamos bastante sua necessidade sensorial de busca por movimento. Segurando o pedaço de contact na mão andava e pulava na bola gigante.

Como gosta muito de falar começou a inventar a história do mapa ( por causa do quadriculado no verso do contact), rs  Entrei no clima.

E corta e cola e rasga afigura sem a tesoura e corta e cola..

20141029_100409

 

E gruda e desgruda, hahahahha  E FINALMENTE COBRIR COM O PAPEL E……..

20141029_101340

 

EIS O MAPA QUE LEVARÁ A PRINCESA AO CASTELO ENCANTADO

20141029_101653

Foi uma atividade muito gostosa e com muito bate papo sobre Rei, Rainha e Princesa. Eu gostei e vocês?

 

 

 

 

 

 

 

 

Praticando a coordenação – Aventuras com o leão

Um simples leãozinho de borracha gerou grandes aventuras de interação total. A textura macia e gostosa de sentir estimulou esse pequeno a dar boas risadas e usar as duas mãos vencendo alguns desafios.
CAM01363

Puxou, esticou, experimentou, inventou histórias, até que…

CAM01362

Eu também modelava as possibilidades de exploração daquele leão. Ele virou um leão voador quando seu rabo era puxado e num rápido movimento ele voava longe. nessa tentativa de estica e puxa minha intenção era fortalecer os pequenos músculos das mãos (musculatura intrínseca) ajudando a preensão de lápis. O material do leãozinho  oferece uma resistência bem  legal para esse fim.CAM01361

Uma brincadeira leva a outra e G. assoprou…CAM01353

E assoprou….CAM01352

CAM01351

CAM01350

E vejam o tamanho do leão. G, se encantou com o tamanho do corpo e porque as patas não cresceram, rsrsrs Perguntas e respostas, explicações e grandes descobertas.CAM01342

CAM01348

Acreditem… não estourou!!!  E esse aventura continua com água e feijões.

CAM01346

UMA ESCOVA COM ASPIRAÇÃO PARA PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS.

Pessoal achei demais essa escova.

Como eu ajudo crianças com paralisia cerebral também participo de grupos de neurologia infantil.

Uma amiga postou e estou colocando o link aqui prá vocês.

http://helenasaldanhasampaio.blogspot.com.br/2011/01/uma-escova-com-aspiracao-para-pacientes.html

Devemos sempre nos preocupar com a saúde bucal de nossos pequenos. Aproveitem a dica, bjs

UMA ESCOVA COM ASPIRAÇÃO PARA PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS.

Uma senhora ex-Auxiliar Odontológica chamada de Maria Prince Jackson inventou o Plak-Vac, uma escova de aspiração projetado para pacientes com necessidades especiais que não podem escovar seus próprios dentes.

Ela visitou vários asilos e descobriu que as rotinas de higiene bucal consistiam apenas o uso de um cotonete da boca dos pacientes, porque os prestadores de cuidados de saúde temiam aspiração. Entretanto, um cotonete não remove a placa bacteriana.

Os paciente dos asilos tinham muita infecção na gengiva, diz Prince: “Se eles não forem atendidos, podem perder os dentes e as infecções na gengiva são fatais.”

Sabe-se que as doenças periodontais podem levar a infecções para outras regiões do organismo, isso acontece através da corrente sanguínea e pode realmente ser fatal. As bactérias na corrente sanguínea podem aumentar o risco de doenças cardíacas,de AVC, de insuficiência renal e de diabetes. A aspiração pode levar à pneumonia e as infecções na gengivais interferem no tratamento do câncer.

Diz Prince: “Eu costumava fazer a sucção no consultório do dentista, eu então pensei, por que não temos uma escova de dentes com sucção?”

A Plak-Vac, parece com uma escova normal, exceto pelas cerdas que são em formato de ferradura e ela conecta-se a uma aspiração de parede.É indicada para pacientes que não podem se levantar e fazer seu próprio cuidado bucal. Pacientes paralisados por um acidente vascular cerebral, que não conseguem engolir corretamente ou com qualquer outra patologia que impossibilite a pessoa de sair da cama e cuspir.
O produto está sendo usado nos asilos no sudeste do Missouri e em Connecticut e Texas.
O sistema de higiene bucal que acompanha a escova de dentes inclui envelopes para bochechos sem espuma. Prince recomenda esfregar o produto, em vez de pasta de dente, pois a pasta de dente faz muita espuma e isso é perigoso para o paciente que está deitado na cama ou com dificuldade de engolir. No futuro, ela pretende inventar algo na adaptação do fio dental para acompanhar a Plak-Vac.

Aproximação do “lápis” a partir da motivação

Há crianças que são muito resistentes às atividades gráficas e nos faz quebrar a cabeça para fazer essa aproximação.

Durante a sessão muitas coisas acontecem antes mesmo de conseguirmos apresentar à criança a proposta da atividade preparada.

Nessa série de fotos que estou postando vocês verão que meu pequeno está totalmente envolvido com o canetão e muito mais com a história que criamos do gigante Robô e o robozinho.

Ás vezes me perguntam como iniciar essa construção. A grande técnica é você ter em mente as metas que quer alcançar e entrar no play livre de auto pressões e cobranças. Entre no play, pronta para brincar e se divertir com a criança e a siga.

Como esse pensamento você se sentirá aberta para o que vier e  muito confortável para deixar fluir sua criatividade. A atitude de “pegar carona” no interesse da criança é fantástica.

Quem não está acostumada às técnicas da abordagem relacional pode não conseguir enxergar a riqueza de aquisições das crianças nesse momento, a proposta terapêutica e como é feito o registro dos resultados.

Quanto tempo de interação tivemos?

Quantos contatos de olhos?

Qual a duração e qualidade desse olhar?

Bom, vejam as fotos e como tudo começou, rs

Começou assim....

Começou assim….

Surge o Robô gigante

Surge o Robô gigante

CAM00596

Pedi ajuda para desenhar..

Pedi ajuda para desenhar..

Repare a preensão da caneta

Repare a preensão da caneta

CAM00599

Estava muito concentrado e também falando que ia fazer o cabelo

Estava muito concentrado e também falando que ia fazer o cabelo

Surge o robozinho e olhem que fofo....reproduz  ao lado....igualzinho

Surge o robozinho e olhem que fofo….reproduz ao lado….igualzinho

CAM00605CAM00604

Escolheu um nome...

Escolheu um nome…

Muto Prazer!

Muto Prazer!

Terapia da escovação – Protocolo Wilbarger

Olá pessoal, estou postando o protocolo de escovação que foi criado pela médica e terapeuta ocupacional, Patrícia Wilbarger. tenho utilizado em várias crianças com bons resultados. Faço durante as sessões no play e oriento as famílias a aplicarem também. Sempre é divertido acompanhar com uma música e de um jeito animado e gostoso.

Importante observar a reação da criança, seus olhos, seu sorriso e até mesmo suas reações de aversão. Comece aos poucos e se não estiver confortável para a criança interrompa. Retirei essa informação traduzida do blog da Marie Dorión, Uma voz para o autismo.

Espero que aproveitem a leitura e sintam-se em casa para esclarecer as dúvidas que surgirem.

 

O Protocolo Wilbarger é um programa de terapia destinada a reduzir a defensiva sensorial ou tátil. As crianças que apresentam sintomas de defensividade tátil são extremamente sensíveis ao toque. Isso pode causar um medo ou resistência ao ser tocado, dificuldade de transição entre as atividades e / ou letargia.
A terapia foi desenvolvida por Patricia Wilbarger, médica e terapeuta ocupacional.
Não há muita comprovação de pesquisa sobre o protocolo Wilbarger. No entanto, muitos pais de crianças com autismo têm relatado que veem diminuições na defensiva sensorial e ansiedade como resultado da utilização dessa técnica. Algumas das vantagens do protocolo Wilbarger podem incluir capacidade melhorada para a transição entre as atividades diárias, atenção melhora, diminuiu o medo ou desconforto de ser tocado, uma melhora da coordenação e auto-regulação.
A rotina completa de escovação geralmente leva apenas 2-3 minutos. O primeiro passo do tratamento envolve o uso de uma escova de plásico macia que é passada como uma escovação sobre a pele da criança, utilizando uma pressão muito firme, é como uma massagem de pressão profunda. Escovação começa nos braços, mãos, costas, pernas e pés. As áreas do rosto, peito e estômago nunca são escovadas, porque estas são áreas sensíveis que podem causar reações adversas.A terapia da escovação é recomendada inicialmente a cada 2 horas, enquanto a criança está acordada. Os terapeutas normalmente re-avaliam o nível de escovação após duas semanas. Com base nessa observação o intervalo das escovações pode ser modificado. A escovação continua, enquanto há benefícios para a pessoa. É comum que se atinja momentos de plateu, então a escovação pode ser suspensa e retornar ou não posteriormente, conforme avaliação de observação.
Após a terapia de escovação, os terapeutas podem também prescrever dez suaves compressões nas juntas dos ombros, cotovelos, punhos, dedos, quadris, joelhos, tornozelos e esterno. Outra maneira de se obter a compressão nas juntas é fazer pole-chinelo, flexões de braços ou pular numa cama elástica.
 
Finalmente, o terapeuta pode também sugerir uma Técnica Táctil Oral. Esta técnica consiste em uma estimulação dentro da boca com o dedo percorrendo o interior da boca da pessoa. Isso é útil para crianças com defesa oral. (Estas crianças podem ter problemas com os alimentos por causa de sua textura ou recusam ter seus dentes escovados.)Se você acha que seu filho iria beneficiar-se do Protocolo Wilbarger, é importante procurar a orientação de um terapeuta ocupacional. O TO deve ter conhecimentos de integração sensorial e saber como usar o protocolo Wilbarger. Se o tratamento for realizado de forma incorreta não será eficaz e pode ser e pode ser muito desconfortável para o indivíduo.