GRAFISMO no ACRILICO

Uma sessão motivada pelo material apresentado. É importante variar o convite um dia no papel, outro dia no acrílico e assim uma coisa puxa a outra e juntos construímos um grande trabalho gráfico com treino de coordenação motora fina, contorno interno

 

O acrílico exige da criança mais controle e coordenação pois a caneta desliza mais facilmente do que no papel que o atrito

20150225_141211

Com a massinha, escolhe a cor, faz a minhoca, conversa….


20150225_141500

A concentração é tanta que acontece a “linguinha” sai da boca mostrando que ainda é difícil coordenar e controlar tudo junto.

20150225_141735

 

 

 

O contorno interno

20150225_14173520150225_14441920150225_144440IMG-20150225-WA0006

Enfim, depois do pontilhado e formas e risadas….. FIZ UM BURACO!!!!

Cansou Bi? si

 

 

 

 

Coordenação motora fina, Pressionar, Apertar e bagunçar

Usando vazador de libélula e flor fizemos um marcador de livros. sempre é legal quando as crianças levam prá casa um produto feito por elas. Essa sensação de bem estar, do “conseguir”, de mostrar e receber um elogio sorridente dá coragem e segurança.

Quanto que nossas crianças recebem de comemorações, sorrisos durante seu dia?

Observo crianças levadas da “breca” e pais e professores fazendo marcação homem a homem….suados e exaustos tentando conter uma alegria desmedida, uma correria sem fim, rs

Como podemos enxergar algo de bom para comemorar? Não é simples mas pode ser fácil se a gente conseguir perceber

  • a necessidade dessa criança
  • o porquê faz

E como agir nesses momentos….

Mais uma sessão com essa mocinha linda. Meu intuito era trabalhar com coordenação motora fina e percepção visual sequencial. Vejam o que virou, hahhahhaha

Apresentei o modelo: UMA FLORZINHA E UMA LIBÉLULA, UMA FLORZINHA E UMA LIBÉLULA….uma sequencia 1×1

20141112_094610

Percebi logo de cara que era muita informação para que ela conseguisse focar na atividade. Mesmo eu colocando um pingo de cola como referencia e dando apoio verbal….sua atenção e motivação estava em APERTAR O TUBO!!!!!

Ok, apresentarei a Atividade de percepção visual sequencial em outro momento e de um jeito diferente. Nós não precisamos nos frustrar porque PASSAMOS A NOITE PREPARANDO A SESSÃO E…….PUFF. essa é uma técnica e atitude para aproveitar melhor o momento em que estamos com a criança.

Imagine como seria se eu quisesse concluir a atividade da maneira com a qual elaborei? Será que haveria aprendizado eficaz e sensação de bem estar?

Mudamos o foco PRESSIONAR USANDO O VAZADOR, mostrei como funcionava, destaquei onde deveria colocar o papel e depois de várias tentativas com meu apoio e dicas de como pressionar….Deixei….SE VIRA MOCINHA.  LEGAL TENTAR FAZER SOZINHA E TENTAR E TENTAR. ( essa é uma meta forte para ela)
20141112_094439

 

Essa autonomia dada faz com que a criança, explore, vira de um lado, vira de outro, aperta e percebe que não cortou o papel é o desafio necessário para aprendizagem. VOCÊ PODE ME PEDIR AJUDA, EU POSSO TE AJUDAR, SE QUISER, eu falava.

Ás vezes me olhava e via a minha expressão silenciosa mas encorajando com o olhar e sorriso.

20141112_094430

 

20141112_094426

 

OLHEM A CONCENTRAÇÃO e a linguinha, rs

20141112_094254

Agora a LIBÉLULA….APROVEITE PARA ARTICULAR BEM:  li bé lu la

20141112_094836

 

20141112_094848

 

Informações dadas PASSO A PASSO… Vamos encontrar as flores e as libélulas, rsrs

 

20141112_094923

Abre a caixinha….

20141112_095022

 

20141112_094933

 

Contar as peças….

20141112_095052

 

Colar no marcador de livros, expliquei o que era no início da sessão. deixei que pegasse a cola.

20141112_095144

 

E então, sem direcionar…..Ela finalmente fez o que REALMENTE TINHA VONTADE DE FAZER. FEZ O QUE PRECISAVA FAZER PARA SACIAR SUA NECESSIDADE SENSORIAL.

20141112_095231

20141112_095241

 

 

20141112_095251

Percebi claramente o porquê queria fazer. Ela busca o estímulo sensorial tátil como cola, tinta, água, grãos e outros para sentir  pois,  trazem conforto e organização para o SNC.

20141112_095306

 

Perguntei: La, o que você está fazendo?   Respondeu: Colando a mão, UÉ!!!!!!! hahahhaha

20141112_095405

 

Sapequinha essa mocinha, rs

20141112_095409

 

BORA lavar as mãos….

 

 

20141112_095549

 

Lemos um livro e usamos o marcador e ACABOU. Que peninha!

20141112_100403

 

 

Coordenação motora fina e um elemento surpresa

Variar sobre o mesmo tema é um trabalho de criatividade e alegria, Trabalhar com recursos diferentes para o mesmo objetivo deixa uma sensação deliciosa.

Tenho várias crianças que precisam de ajuda para coordenar as duas mãos ou melhorar a coordenação motora fina. Sei que algumas atividades que não são recheadas de motivação se torna um tanto quanto monótona, como por exemplo, enfiar contas, colar grãos de feijão, etc

Hoje usei o contact transparente, marcador permanente, canudos, figuras, tesoura, e papel sulfite. Uma atividade de coordenação motora fina com colagem, uso da tesoura, direção, percepção de frente e trás. E finalmente a motivação com o produto final…. UM MAPA PARA CHEGAR AO CASTELO.

 

20141029_101106

 

20141029_100449

Com cuidado e atenção concentrada no trabalho essa fofa vai montando seu mapa. Antes de conseguir sentar e permanecer sentada trabalhamos bastante sua necessidade sensorial de busca por movimento. Segurando o pedaço de contact na mão andava e pulava na bola gigante.

Como gosta muito de falar começou a inventar a história do mapa ( por causa do quadriculado no verso do contact), rs  Entrei no clima.

E corta e cola e rasga afigura sem a tesoura e corta e cola..

20141029_100409

 

E gruda e desgruda, hahahahha  E FINALMENTE COBRIR COM O PAPEL E……..

20141029_101340

 

EIS O MAPA QUE LEVARÁ A PRINCESA AO CASTELO ENCANTADO

20141029_101653

Foi uma atividade muito gostosa e com muito bate papo sobre Rei, Rainha e Princesa. Eu gostei e vocês?

 

 

 

 

 

 

 

 

Durex colorido e o Homem Aranha

Quando seguimos os interesses da criança estamos dando à ela a autonomia de demonstrar seus desejos sem julgamento por parte dos adultos. Esses adultos que muitas vezes esqueceram “suas crianças”num cantinho do seu passado não sabem mais a alegria de ir construindo o brincar sem regras.

CAM01607

Construir sem planejamento como a criança faz é entrar no cenário e ir agregando elementos sem definir seu destino e ter que seguir um caminho prá determinado.

Observe uma criança brincando, pega um brinquedo, examina, explora, coloca em cima de outro e em cima de outro….apenas construindo e depois, UAU!!! caiu.  Nesse movimento, a criança pega carona e faz de novo inserindo outro elemento e assim vai fazendo sua “Brincadeira de Fazer”. É lindo.

O adulto que se aproxima também se inspira e quer dar seu palpitezinho sem perceber que muitas vezes muda o rumo do pensar infantil. É muito sutil a fronteira entre o brincar junto e o virar professor.

Quando eu coordenava a Escola Indianópolis tive a grande oportunidade de trabalhar com Nylse Cunha, pedagoga que trouxe a brinquedoteca para o Brasil. Sempre apaixonada pelo brincar e brinquedos e consequentemente por crianças criou uma camiseta muito legal. ” Estou brincando, Não me atrapalhe”  escrito nas costas.

Crianças sentadas brincando se tornam PLACAS e ajuda os adultos respeitarem aquele momento.

Numa sessão com duas crianças amadas e seus interesses: letras, números e placas de transito.

No Programa Realizza ( programa responsivo educacional de aprendizagem lúdica interativa), determinamos uma meta principal e várias sub metas que são enxertadas durante a brincadeira interativa ( área das habilidades sociais).

O profissional que utiliza o programa deve conhecer muito bem a proposta de trabalho para cada criança e só assim será capaz de preparar a sessão e utilizar de sua criatividade e agilidade de pensamento para atingir a meta recheada de sub metas.

CAM01478

Meta Principal:

  • Brincar junto com o irmão é muito mais gostoso e divertido. 

Sub metas:  São outras metas que serão enxertadas durante a brincadeira interativa

  • coordenação motora fina
  • coordenação das duas mãos
  • atitude na vida: é legal dividir o espaço com meu irmão, é legal fazer troca, é legal esperar minha vez

Ao final da sessão você terá condições analisar como realmente foi, o surgiu, que áreas do programa  foram atingidas. Como você se sentiu nessa sessão? A sensação de criar, se divertir e fazer a sessão animada e com respeito à criança é INDESCRITÍVEL.

CAM01600

 

Tiveram a chance de perceber o lado do DUREX que cola e que não cola. Eu percebi que ao falar do outro lado ele ia para o outro lado, rs

Uma surpresa atrás da outra e assim eu vou montando minha história e aprendendo como ajuda-los.

CAM01610

O uso da duas mãos tendo que se equilibar em cima da cama e sem poder se apoiar…..o durex ia e….vinha

CAM01476

Como iniciei isso? Eles estavam mexendo nas peças de números e letras e eu também…. Num sinal social, olhar, sorriso percebi que estavam me notando e então brinquei: HOMEM ARANHA, HOMEM ARANHA SOLTA PUM E SÓ APANHA, hahhaha e comecei a colar os durex na parede…. foi a isca!

CAM01473

A motivação foi imediata, puxa, segura, estica, cola…. descola cai… risada, música do homem aranha, PUM

CAM01611

 

Ao final da sessão ( 2 horas) quantas coisas fizemos: percepção de cores, formas, lateralidade, equilíbrio, troca, observação do outro, conceitos de direção e o fundamental:

CAM01612

É MUITO BOM BRINCAR COM AMIGOS.

Um beijo pessoal

 

Praticando a coordenação – Aventuras com o leão

Um simples leãozinho de borracha gerou grandes aventuras de interação total. A textura macia e gostosa de sentir estimulou esse pequeno a dar boas risadas e usar as duas mãos vencendo alguns desafios.
CAM01363

Puxou, esticou, experimentou, inventou histórias, até que…

CAM01362

Eu também modelava as possibilidades de exploração daquele leão. Ele virou um leão voador quando seu rabo era puxado e num rápido movimento ele voava longe. nessa tentativa de estica e puxa minha intenção era fortalecer os pequenos músculos das mãos (musculatura intrínseca) ajudando a preensão de lápis. O material do leãozinho  oferece uma resistência bem  legal para esse fim.CAM01361

Uma brincadeira leva a outra e G. assoprou…CAM01353

E assoprou….CAM01352

CAM01351

CAM01350

E vejam o tamanho do leão. G, se encantou com o tamanho do corpo e porque as patas não cresceram, rsrsrs Perguntas e respostas, explicações e grandes descobertas.CAM01342

CAM01348

Acreditem… não estourou!!!  E esse aventura continua com água e feijões.

CAM01346

No playroon com o tema Aniversário do CAVALO

Aniversário sempre está presente na vida de nossas crianças. Uma das formas de trabalhar a flexibilidade é oferecer uma atividade cujo o tema é apresentado na hora, de uma forma animada e divertida.

Caso a criança não se interesse, “Tudo bem” podemos oferecer um outro dia e também de uma outra maneira. Usando a criatividade conseguimos envolver e motivar a criança.

Nesse caso,  no início da sessão segui o interesse desse fofo e introduzi o tema “Aniversário”.

Uma breve organização de pensamento

Uma breve organização de pensamento

E o bode foi convidado....O convite foi feito especialmente para cada convidado

E o bode foi convidado….O convite foi feito especialmente para cada convidado

A toalha da mesa também foi especialmente confeccionada.......Então houve uma aproximação da tesoura de uma forma espontânea e motivadora para esse pequeno decorador de festas, rs

A toalha da mesa também foi especialmente confeccionada…….Então houve uma aproximação da tesoura de uma forma espontânea e motivadora para esse pequeno decorador de festas, rs

Fazendo franjas, observe que ele usa a mão esquerda com reação associada. Está iniciando a coordenação bimanual para tesoura, lindooooo!!!!

Fazendo franjas, observe que ele usa a mão esquerda com reação associada. Está iniciando a coordenação bimanual para tesoura, lindooooo!!!!

 

Tema da festa....é claro COCORICÓ

Tema da festa….é claro COCORICÓ

 

CAM01082

O BOLO E A VELA

CAM01080

UM BELO ASSOPRO E MUITA BRINCADEIRA NESSA FESTA

CAM01078

OLHA A VACA COM SEU CONVITE,  FOI EXPLICADO CADA ITEM…..”recebe o convite quem você quer que brinque com você na festa”

A vaca vai? Simmm   O camelo vai? nãoo

CAM01082

Aproximação do “lápis” a partir da motivação

Há crianças que são muito resistentes às atividades gráficas e nos faz quebrar a cabeça para fazer essa aproximação.

Durante a sessão muitas coisas acontecem antes mesmo de conseguirmos apresentar à criança a proposta da atividade preparada.

Nessa série de fotos que estou postando vocês verão que meu pequeno está totalmente envolvido com o canetão e muito mais com a história que criamos do gigante Robô e o robozinho.

Ás vezes me perguntam como iniciar essa construção. A grande técnica é você ter em mente as metas que quer alcançar e entrar no play livre de auto pressões e cobranças. Entre no play, pronta para brincar e se divertir com a criança e a siga.

Como esse pensamento você se sentirá aberta para o que vier e  muito confortável para deixar fluir sua criatividade. A atitude de “pegar carona” no interesse da criança é fantástica.

Quem não está acostumada às técnicas da abordagem relacional pode não conseguir enxergar a riqueza de aquisições das crianças nesse momento, a proposta terapêutica e como é feito o registro dos resultados.

Quanto tempo de interação tivemos?

Quantos contatos de olhos?

Qual a duração e qualidade desse olhar?

Bom, vejam as fotos e como tudo começou, rs

Começou assim....

Começou assim….

Surge o Robô gigante

Surge o Robô gigante

CAM00596

Pedi ajuda para desenhar..

Pedi ajuda para desenhar..

Repare a preensão da caneta

Repare a preensão da caneta

CAM00599

Estava muito concentrado e também falando que ia fazer o cabelo

Estava muito concentrado e também falando que ia fazer o cabelo

Surge o robozinho e olhem que fofo....reproduz  ao lado....igualzinho

Surge o robozinho e olhem que fofo….reproduz ao lado….igualzinho

CAM00605CAM00604

Escolheu um nome...

Escolheu um nome…

Muto Prazer!

Muto Prazer!