Pessoas responsivas são mais criativas?

1º  AUTISMO / FORMAÇÃO DE FACILITADORES RESPONSIVOS

30×30 (30 horas para 30 pessoas)

De 18 a 21 de julho de 2017 em SÃO PAULO

 

Brincar com uma criança autista é maravilhoso !

Saber o que fazer quando a criança te olha nos olhos é um diferencial entre pessoas.

Ter um olhar “esperto”para o interesse e para a motivação da criança  é voltar à prancheta e pensar e repensar o que observamos.

 

Olá pessoal, eu preciso sempre contar à vocês possam as novidades diárias de uma TO que Vira, revira, transforma, inverte o olhar, olha de cabeça para baixo, olha por cima e por baixo e então DESCOBRE, YEBAAA!!!!!   coisas novas em lances velhos.

Leio nos grupos que várias mães e pais são divertidos e animados e criam brincadeiras para seus filhos. Muitos pais e  profissionais também que falam que não são criativos ou que sempre foram,  mas estão bloqueados e quando tem que bolar alguma brincadeira….travam.

Criatividade é uma palavrinha interessante que parece que tem “dono certo”, algumas pessoas acham que não são criativas e que isso é um dom ou um presente que poucos recebem.

Saibam que TODOS NÓS nascemos criativos e fomos crianças livres de regras para brincar e descobrir. Então vamos crescendo e aprendendo coisas novas,  associando com outras coisas e descobrindo outras tantas e vamos brincando,  criando,  inventando e adquirindo conhecimento. Reinventamos nossas brincadeiras com grande facilidade.

E o que acontece quando crescemos? Para onde foi tudo isso?

A  criatividade está adormecida ou está com receio de ser externalizada. O conhecimento das coisas bloqueia e  impede o pensar inovador ou a aceitação de experiências novas. Ás vezes é preciso desaprender para inovar.

Identificamos alguns entre tantos  vilões: “O julgamento,  o medo de ser diferente,  a idéia fixa”

Então aquela ideia nova, tão legal, tão divertida e animada que você criou….PUFF!    se torna algo comum, fácil de ser aceita, uma tarefa corriqueira   E  novamente caímos  na armadilha cerebral do mais simples….A MESMICE.  Usar criativamente nosso cérebro para solucionar problemas é uma metodologia eficaz do pensar. não apenas para criar brincadeiras novas para nossas crianças que estão autistas mas para ser utilizada em vários palcos de nossas vidas.

 

É necessário disciplina para planejar o programa de uma criança e com atitudes de indisciplina o criamos. CRIATIVIDADE É A DISCIPLINA DA INDISCIPLINA.

Um curso responsivo que passará pela dinâmica individual de cada participante e a quem merece essa conquista?

  • Sentir o autismo entendendo a criança plena
  • Ajudar a criança sem querer impor seu conhecimento
  • Olhar a criança e entender o que há por trás dos comportamentos, qualquer um deles adiando o julgamento
  • Apreciar e vibrar com tudo o que a criança faz sabendo que é o melhor para aquele momento
  • Se emocionar verdadeiramente com suas atitudes diante das ações das crianças

Ficha de interesse

Informações com: Sonia Falcão, Terapeuta Ocupacional, Pós graduada em saúde mental da criança e do adolescente com ênfase no Autismo. Formação em integração sensorial. Criou o Programa Realizza (responsivo educacional de aprendizagem lúdica interativa)

Atua na área da saúde e educação há mais de 25 anos coordenando equipes de professores na inclusão e planejamento de programa individualizados para crianças com necessidades especiais.

Cursos, palestras e consultoria às famílias e escolas.

watsapp: 996255774

email: autismoencanta@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s