As Boas Maneiras e O Programa Son-Rise

por Vencer Autismo, sábado, 30 de Junho de 2012 às 08:44 ·

Recentemente fiz uma consulta do Programa Son-rise com uma fantástica mãe, durante o The Son-Rise Program ® Start Up. O tema das boas maneiras à mesa veio à conversa e ela queria ajudar o seu filho de 7 anos a parar de lamber as mãos e o prato, enquanto comia com a família.

Aqui ficam algumas ideias:

1)      As crianças com Autismo têm um desafio ao ligarem-se e relacionarem-se com as pessoas! É por isso que o Programa Son-Rise primeiro ensina às crianças os 4 fundamentos de:  

a.       Contacto Ocular e comunicação Não Verbal  

b.      Comunicação Verbal

c.       Tempo de atenção interativa

d.      Flexibilidade

Uma vez que as crianças estejam fortes nestas 4 áreas, podemos ensinar-lhes absolutamente tudo. Quando aprendemos boas maneiras e educação infantis, é porque primeiro somos capazes de nos relacionarmos com os nossos pais e pessoas que nos rodeiam, por isso estamos capazes de absorver as suas acções e explicações. Temos o desejo de aprender com eles e de ser como eles. Assim, existem prioridades mais importantes que irão ajudar a criança nas suas àreas especificas de desafio, do que perceber como ser educado.

2)      Comer no Playroom!

Quando levamos a comida ou lanche das crianças para as sessões do playroom, estamos a eliminar o estímulo da possibilidade de os outros nos julgarem, as distracções de tentar comer de maneira apropriada, no período de tempo apropriado, etc. Tambem estamos mais não julgadores, presentes e com amor para com a criança, de maneira que estamos mais capazes de nos divertirmos mais com ela. Estar no playroom irá ajudar-nos a inspirar a criança a conectar-se connosco mais vezes e sentir que a amamos, independentemente de como ela escolhe comer ou comportar-se.

3)      Dê controle!

As nossas crianças têm dificuldade em ser flexíveis e confiar nas pessoas. Quando lhes damos o controle, ajudamo-las a relaxar, ganhando a previsibilidade que desejam. Quando nos libertamos da necessidade de elas se comportarem de determinada forma, tornamo-nos mais atraentes e divertidos para a criança. Pratique a libertação da necessidade da sua criança aprender isto neste momento e confie que quando ela estiver  pronta, irá aprender o que é perfeito para ela!

Abraços e Sorrisos,

Becky

Retirado de: http://blog.autismtreatmentcenter.org/

Anúncios